Reciclagem de Alumínio

Consciência, Ecologia e Rentabilidade

lata-amassada

Nos últimos anos, o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking mundial em reciclagem de latas de alumínio. Esses dados são publicados e atualizados pela Associação Brasileira de Alumínio (Abal) e pela Associação da Indústria de Latas (Abralatas). O Brasil conseguiu formar um ciclo permanente de reciclagem e reaproveitamento do alumínio contido nas latinhas.

Importância

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A reciclagem de alumínio representa uma importante economia de energia para as indústrias. O processo de reciclagem consome 700 kw/h ao ano, o que representa 5% a menos em comparação ao gasto na fabricação que abrange os processos de elaboração inicial do alumínio, de transformação da bauxita em alumina e a finalização do material em barras de alumínio.

A economia de energia elétrica alcançada com o processo de reciclagem daria para abastecer uma cidade do tamanho de Campinas – SP. No outro extremo, o ciclo de reciclagem gera oportunidades de ganho financeiro e de mercado para os catadores de latinha e para as cooperativas. A latinha catada nas ruas rende por unidade mais do que o quilo do papel e das garrafas pet.

 

Quanto ganha o catador?

A cada 74 latinhas recolhidas, o catador recebe cerca de 3 reais , enquanto que pelo quilo de papel, recebe 10 centavos; por 20 garrafas pet de 2 litros, recebe 0,30 centavos.

 

O ciclo do Alunínio

A reciclagem do alumínio, insumo principal na produção das latas de cerveja e refrigerantes, representa uma grande vitória contra a degradação da natureza. Estima-se que o alumínio pode levar de 100 a 500 anos para se degradar por completo na natureza, enquanto que o ciclo da reciclagem o elimina em 30 dias.

O alumínio é uma material 100% reciclável, e seu reaproveitamento elimina a necessidade de emissão de CO2 na atmosfera pela produção. A emissão cai para 5% no processo de reciclagem.

A reciclagem é feita em dez etapas, por possuir um valor residual mais elevado torna-se numa fonte de renda mais atrativa em comparação ao plástico e ao papel. A sucata de alumínio vale 33 vezes a mais do que o aço e, 55 vezes a mais, do que o vidro.

 

Processo de Reciclagem

Quando acontece o descarte pós-consumo, as latas são coletadas por catadores que as vendem para cooperativas, pequenos, médios e grandes sucateiros. Estes, por sua vez, vendem a sucata de latas para grandes indústrias.

A partir disso, o material é prensado e a sucata segue para os Centros de Fundição, onde passa por equipamentos para separação de impurezas e picote do material. Depois disso, é encaminhado para os fornos.

O alumínio é, então, fundido a 700°C e transformado em alumínio líquido.

A parir daí, são fabricadas as chapas de alumínio e depois são feitas as novas latinhas.

A lata de alumínio passa por todo este processo em apenas 30 dias.

aluminio-info