Dicas de economia com o bom uso dos materiais eletrônicos e informática

Aprenda pequenas dicas que podem gerar uma boa economia no seu bolso

 

033131361-used-and-old-computer-hardwareA revolução da comunicação está enchendo o mundo de aparelhos eletrônicos que, em pouco tempo, ficam obsoletos. Essa tecnologia é ótima, mas ela traz consigo um preço muito alto – o lixo eletrônico. O que mais cresce em todo mundo.

O problema é que não se trata de lixo bom. Isto porque esses aparelhos envolvem muitas substâncias – plástico, metais pesados, vidro, circuitos, produtos químicos, e precisam ser desmontados e separados para que sejam reciclados apropriadamente. 

Durante sua vida útil esses aparelhos precisam ser usados com sabedoria para evitar o desperdício. Veja a seguir pequenas atitudes que podem fazer a diferença e gerar um consumo consciente e  preocupado com o meio ambiente:

  • Tire da tomada: estudos apontam que 10% da energia dos lares é consumida por aparelhos eletrônicos e de comunicação – quando estão desligados!
  • Computadores: verifique as opções de gerenciamento de energia no painel de controle. Você pode economizar apenas habilitando o modo de economia de energia.
  • Filtros de linha: tente comprar os inteligentes que se desligam automaticamente quando os aparelhos que eles alimentam estão desligados. Economize na sua conta de luz ajudando o planeta!foto principal2
  • Fones de ouvido: se possível não utilize fones sem fio com seu telefone celular. Eles demandam bateria e estas podem conter: mercúrio, chumbo e zinco – que podem poluir o ar e a água se não forem descartados corretamente.
  • Torpedos: se puder, mande uma mensagem de texto ou um e-mail de seu telefone celular em vez de usar o computador, especialmente quando for um recado rápido. Desta forma, você economizará tempo e dinheiro pois o computador necessita de muito mais energia para funcionar.
  • Cds: Use discos de blu-ray, se puder. O formato tem uma capacidade de armazenamento mais de cinco vezes maior que os dos CDs tradicionais. Além disto, são 50% feitos de papel, o que torna possível sua trituração, tornando-os mas fáceis de descartar e reciclar do que os CDs tradicionais.

Mas atenção, na hora de optar por um novo aparelho, verifique qual o destino que você dará ao seu aparelho antigo, buscando vender, trocar, doar ou procurando empresas e locais onde você possa entregá-lo ou vendê-lo para reciclagem.

Se a doação for a sua escolha, que tal anunciá-la no Brechó digital do recicloblog? Clique aqui e faça seu post.